Document
PATROCINADORES

Carro elétrico avança no Brasil, mas há longo caminho pela frente

Apesar da falta de incentivos, o setor de veículos elétricos começa a acelerar no país. Segundo dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), foram licenciados, de janeiro a abril deste ano, 1.260 carros elétricos e híbridos. Nesse ritmo, o mercado brasileiro irá superar com alguma folga o recorde registrado em 2017, quando foram emplacadas 3.296 unidades. Mesmo com o resultado positivo, o presidente da ABVE, Ricardo Guggisberg, afirma que, para assegurar o aumento consistente da frota, será preciso reduzir impostos. “Se o Brasil aliviar os tributos, teremos um aumento de 200% por ano na frota nacional”, afirma.

Por que é importante

Segundo Ricardo Guggisberg, se os elétricos se tornarem de fato populares, será preciso aumentar a produção de eletricidade no país

Quem ganha

A americana Tesla e a chinesa BYD, as empresas que mais investem em carros elétricos no mundo. Entre as montadoras tradicionais, Volks e Ford, que anunciaram recentemente investimentos bilionários em modelos híbridos

Quem perde

A indústria petrolífera, que perderá espaço com o avanço de modelos menos poluentes, e a indústria automotiva tradicional

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.