Document
PATROCINADORES

Uber e Lyft vencem referendo na Califórnia

Além das expectativas em relação ao resultado das eleições presidenciais, em apuração nesta quarta-feira (04), a Califórnia também votou e aprovou uma proposta que preserva o modelo de negócios da Uber e de outras empresas de serviços semelhantes, em uma consulta sobre a “gig economy” – a economia colaborativa. Com um pouco mais de 58% de vantagem, após a apuração de 70% dos votos, os californianos optaram pelo “sim”.

Anteriormente, a Uber e a Lyft, sua rival nos EUA, estavam negando a aplicação de uma lei estadual que vigora desde janeiro obrigando essas empresas a pagar benefícios sociais, plano de saúde e horas extras aos motoristas. Porém, isso caiu por terra após o referendo de hoje. Com isso, as ações das duas empresas dispararam mais de 11% na abertura da Bolsa de Nova York.

A principal queixa de legisladores e sindicatos contra os aplicativos é sobre suas atuação, que burla às leis trabalhistas. A Uber já foi banida em alguns países, como a Alemanha e a Hungria e está proibida de operar em cidades como Barcelona e Copenhague.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.