Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

TST considera paralisação abusiva e fixa multa a petroleiros

TST considera paralisação abusiva e fixa multa a petroleiros

O TST concedeu liminar na noite de terça-feira (29) para impedir a greve dos petroleiros. A ministra Maria de Assis Calsing considerou a paralisação abusiva e fixou multa diária de R$ 500 mil pelo descumprimento da decisão. Apesar disso, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) informou na manhã desta quarta-feira (30) que o suspensão dos trabalhos por 72 horas foi iniciada.

Por que é importante
A greve pode piorar o quadro de desabastecimento de produtos no Brasil, já crítico por conta dos bloqueios organizados pelos caminhoneiros
Quem ganha
A rebeldia, pelo descumprimento de uma decisão judicial
Quem perde
A Petrobras e a população em geral

Envie seu comentário

sete − sete =