PATROCINADORES

Transações digitais brasileiras devem crescer mais de 20% no pós-pandemia

O Brasil está entre os países onde consumidores mais pretendem manter suas transações financeiras no digital depois da pandemia, aponta uma pesquisa em 10 países da consultoria Oliver Wyman. Os resultados indicam um crescimento de 23% entre os brasileiros que pretendem efetuar pagamentos e outras operações pela internet no pós-pandemia. Hoje, esse indíce está em 40%. Na China, 18% disseram que farão mais transações eletrônicas, atingindo 45% do público consultado; na Espanha, o crescimento estimado será de 17%, superando o patamar atual de mais de 60%. O México foi o país com o maior crescimento das intenções, acima de 25%.

A pesquisa

O levantamento consultou 57 mil pessoas nos Estados Unidos, México, Alemanha, França, Itália, Espanha, Reino Unido, Austrália, China e Brasil.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.