PATROCINADORES

Setor de serviços freia retomada e recua 1,9% em janeiro

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta sexta-feira (16) pelo IBGE, mostra que o setor de serviços voltou a cair (-1,9%) em janeiro após alta em dezembro (1,5%). A baixa, na comparação com o último mês de 2017, também foi observada na relação com janeiro do ano passado (-1,3%). Já a taxa acumulada em doze meses ficou em -2,7%. “O volume de serviços como um todo, apesar do ensaio da recuperação em dezembro, ainda não tem um grande dinamismo. Precisa que o comércio vá bem, que a indústria tenha uma recuperação mais consistente, assim como o consumo das famílias e o aumento na ocupação. Depende muito do restante da economia e, enquanto os outros setores não tiverem uma alta mais duradoura, ele fica ainda um pouco oscilante. Isso que podemos notar em janeiro”, concluiu o IBGE.

Por que é importante

Para o IBGE, em dezembro, foi observado um aumento significativo na assinatura de contratos e no recebimento. Formou-se uma base de comparação elevada e, em função disso, houve a queda em janeiro

Quem ganha

O único grupo a ter números positivos foi o de Outros Serviços, que cresceu 3,8% em janeiro frente a dezembro, além de já ter subido 1,1% em dezembro

Quem perde

Por atividades, na série com ajuste, os principais recuos ocorreram nos segmentos de Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (-3,0%) e dos serviços profissionais, administrativos e complementares (-1,4%)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 3 =

Pergunte para a

Mônica.