Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Brasil fez empréstimos irregulares a outros países

Brasil fez empréstimos irregulares a outros países

Um relatório do TCU (Tribunal de Contas da União) divulgado pelo portal UOL mostra que o Brasil fez manobras irregulares para emprestar recursos com desconto para outros países. Realizados via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e bancos privados, estes empréstimos tinham cartas marcadas: as nações que recebiam as verbas deveriam, em contrapartida, contratar empreiteiras brasileiras. Segundo o TCU, o governo, o principal fiador das operações, concedeu descontos de pelos menos R$ 735 milhões. As práticas consideradas irregulares pelo TCU começaram em 2003, durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (de 2003 a 2010), e cessaram em 2015 no governo de sua sucessora, no segundo mandato de Dilma Rousseff.

Por que é importante
O caso é mais um exemplo do desleixo dos governos petistas com as contas públicas
Quem ganha
Os caloteiros, que receberam recursos vultosos e não se comprometeram a pagar. Foi o que aconteceu com empréstimos concedidos a Moçambique e Venezuela
Quem perde
Como o governo brasileiro é o fiador da operação, se o país estrangeiro não pagar a dívida com o BNDES, quem assume a fatura é a União. Em outras palavras: todos os brasileiros saem perdendo

Envie seu comentário

1 × quatro =