Document
PATROCINADORES

Remédios ficarão 4% mais caros a partir de hoje

Os remédios vendidos com receita no país ficarão mais caros a partir desta segunda-feira (1º). De acordo com a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, o preço pode aumentar até 4,33% – o teto permitido pelo Ministério da Saúde. Os fabricantes e farmacêuticos têm liberdade para aplicar o reajuste ou não, porém, não podem descumprir o limite máximo permitido. Caso o façam, poderão pagar multa que pode chegar até R$ 9,7 milhões. O reajuste nos remédios ficou acima da inflação de 2018, que fechou o ano em 3,75%.

Por que é importante

Pesquisas do IBGE mostram que os gastos com medicamentos representam até 74% da renda dos 40% mais pobres do país

Quem ganha

Os fabricantes de remédios

Quem perde

Dependentes de remédios serão afetados pelo reajuste

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.