PATROCINADORES

Previdência: Tasso defende que Senado aprove mesmo texto da Câmara

O relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), defendeu na quinta-feira (8) que a Casa confirme, sem alterações, o mesmo texto aprovado pelos deputados. Tasso quer dar agilidade ao processo, já que qualquer modificação obrigaria a proposta a voltar para análise da Câmara.

“Há uma ideia que me parece também ser consenso aqui: o Brasil não suportaria que esse projeto da Câmara voltasse para a Câmara; e, na Câmara, fosse aberta uma outra comissão especial, o que levaria a outra discussão no plenário, o que faria retornar o projeto para cá e levar essa reforma para o ano que vem. O país não suportaria isso. O nosso país não suportará que uma questão como essa se prolongue tanto tempo”, afirmou.

Por que é importante

Depois de uma tramitação turbulenta na Câmara, a fala de Tasso Jereissati sinaliza que a reforma da Previdência deverá ser aprovada com maior facilidade no Senado

Quem ganha

A agilidade na tramitação da reforma no Senado beneficia o governo

Quem perde

A oposição, que pretende apresentar destaques para modificar o projeto

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 7 =

Pergunte para a

Mônica.