PATROCINADORES

Presidente da Eletrobras cita dívida para defender privatização

O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira, afirmou em entrevista ao Estadão/Broadcast, publicada neste domingo (11), que o principal objetivo para este ano é sanear as finanças da empresa e colocá-la de novo no jogo do setor elétrico. Ele defendeu a privatização e citou o tamanho da dívida da estatal como argumento. “Eu costumo dizer que uma dívida de R$ 4 bilhões aqui na Eletrobras custa mais ou menos R$ 400 milhões de juros por ano. Quando você for dormir hoje à noite pense assim: olha, a Eletrobras que o Wilson está dirigindo, só hoje, já pagou R$ 1 milhão só por um pedacinho da dívida, e quando acordar amanhã ele vai pagar mais R$ 1 milhão, e no carnaval vai pagar R$ 6 milhões. A pressa é um capricho que a gente tem de ter”, destacou Wilson Ferreira.

Por que é importante

A Eletrobras aprovou na última semana a venda de seis distribuidoras de energia elétrica deficitárias que eram consideradas um entrave para a sua privatização

Quem ganha

O presidente da empresa disse que o cenário econômico brasileiro está favorável para investidores

Quem perde

Políticos com influência dentro da estatal

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.