Document
PATROCINADORES

Presidente da CNI é solto pela Justiça Federal

Presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Robson Andrade foi solto pela Justiça Federal de Pernambuco na noite desta terça-feira (19), a pedido da Polícia Federal (PF). Andrade havia sido preso horas antes na Operação Fantoche, que investiga desvio de recursos públicos envolvendo o Ministério do Turismo e entidades do chamado “Sistema S”, administrado por instituições como a CNI. A PF pediu a liberação de Andrade após concluir mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao presidente da CNI e outros investigados. Presos na mesma operação, Ricardo Essinger (presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco), Francisco de Assis Benevides Gadelha (presidente da Federação das Indústrias da Paraíba), José Carlos Lyra de Andrade (presidente da Federação das Indústrias de Alagoas) e Hebron Costa Cruz de Oliveira (presidente e advogado do Instituto Origami) também foram soltos.

Por que é importante

Estima-se que o grupo tenha recebido mais de R$ 400 milhões com o esquema de corrupção

Quem ganha

Robson Andrade, que deve responder ao processo em liberdade

Quem perde

O Sistema S, que já é alvo de questionamentos de Paulo Guedes, ministro da Economia

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.