PATROCINADORES

Preço dos imóveis sobem 0,45% em novembro, aponta FipeZap

O Índice FipeZap, que acompanha o comportamento do preço médio de venda de imóveis residenciais em 50 cidades, avançou 0,45% em novembro. A taxa teve uma leve desaceleração frente a alta de 0,43% observada em outubro. O índice também ficou abaixo da inflação oficial (IPCA) esperada para o mês, de 0,62%. Se a previsão se confirmar, o valor dos imóveis terá registrado queda real (descontada a inflação) de 0,17%.

Individualmente, à exceção de Campo Grande (-0,07%) e Belo Horizonte (-0,08%), onde os preços permaneceram praticamente estáveis, as demais capitais monitoradas pelo FipeZap apresentaram elevação do preço médio de venda de imóveis residenciais no último mês, destacando-se as altas registradas em: Manaus (+1,23%), Recife (+1,22%), Curitiba (+1,06%), Vitória (+1,05%), Maceió (+1,04%), Goiânia (+0,97%) e João Pessoa (+0,94%). Em São Paulo e no Rio de Janeiro, municípios com maior peso na composição do índice, a variação nominal registrada em novembro foi de +0,31%.

Levando em conta o acumulado de janeiro a novembro, o Índice FipeZap teve alta nominal de 3,21%, ante a variação de 2,85% esperada para o IPCA no período. Na comparação os dois indicadores, a expectativa é que o preço médio de venda dos imóveis residenciais encerre o período com alta real de 0,35%.

À exceção de Recife, onde o preço médio de venda residencial tem queda de 0,96% no ano, as demais capitais brasileiras monitoradas apresentaram avanço nos últimos onze meses, destacando-se as variações observadas em: Brasília (+9,16%), Curitiba (+7,47%), Manaus (+5,95%), Maceió (+5,94%), Florianópolis (+5,94%), Vitória (+5,71%) e Campo Grande (+5,0%). Em São Paulo e no Rio de Janeiro, os preços médios de venda do segmento residencial encerraram o período com altas acumuladas de 3,40% e 1,30%, respectivamente.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − dezesseis =