PATROCINADORES

“Perspectiva para o mercado imobiliário é positiva”, diz presidente da Abrainc

Considerada um ponto de inflexão para destravar os investimentos e impulsionar o crescimento econômico, a reforma da Previdência passa por um momento delicado, travada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. O mercado teme que as dificuldades políticas enfrentadas pelo governo façam o projeto naufragar no Congresso Nacional. Essa opinião, contudo, não é compartilhada por Luiz Antonio França, presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

Para França, a racionalidade vai falar mais alto e fazer com que os congressistas aprovem as mudanças nas regras de aposentadoria. “Somos otimistas em relação à reforma da Previdência”, afirma. Na sua avaliação, a aprovação da reforma é o último pilar que falta para o mercado imobiliário deslanchar em 2019. “O setor começa a crescer consideravelmente quando você alinha três pilares”, analisa.

“Em primeiro lugar, segurança jurídica, que foi alcançada após a Lei do Distrato; em segundo, taxa de juros abaixo de dois dígitos, que temos desde 2017; em terceiro, a confiança do consumidor, ligada diretamente ao nível de desemprego, que vai diminuir após o retorno dos investimentos”, completa.

Para os investidores nacionais e estrangeiros voltarem a apostar no Brasil, França reforça que a reforma da Previdência precisa sair do papel, para dar segurança em relação ao futuro fiscal do país.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.