PATROCINADORES

Pela Previdência, governo pode antecipar recursos do pré-sal a estados

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira (17) que estuda antecipar aos estados e municípios os recursos da cessão onerosa da exploração do pré-sal. Segundo Guedes, a ajuda financeira virá desde que a reforma da Previdência seja aprovada pelo Congresso. A estratégia do governo federal é atrair o apoio de governadores ao projeto que muda o sistema previdenciário e que enfrenta resistências dos parlamentares. O megaleilão do petróleo está marcado para o dia 28 de outubro.

Por que é importante

O anúncio de Paulo Guedes vem no momento em que a votação do parecer da reforma da Previdência foi adiada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e enfrenta obstrução de parlamentares da oposição

Quem ganha

Os estados. Segundo cálculos do governo federal, os recursos da cessão onerosa do pré-sal devem chegar a R$ 6 bilhões

Quem perde

Os cofres da União. Atualmente, o Executivo passa por aperto fiscal e deve ceder mais ainda ao apetite dos governadores

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.