Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Otimismo com o futuro puxa confiança do consumidor para cima

Otimismo com o futuro puxa confiança do consumidor para cima

Divulgado nesta quarta-feira (24) pela Fundação Getulio Vargas, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu quatro pontos de setembro para outubro, saltando de 82,1 para 86,1 pontos. Apesar de o Índice de Situação Atual – que mede as impressões em relação ao presente – ter registrado queda de 0,4 ponto, o Índice de Expectativas, que considera a perspectiva futura, avançou 6,9 pontos, de 89,7 para 96,6 pontos. O ICC voltou a subir após dois meses seguidos de queda, chegando ao seu melhor resultado desde maio deste ano.

Por que é importante
O resultado indica que a maioria dos consumidores está otimista para o período pós-eleições
Quem ganha
Os consumidores de menor poder aquisitivo, com renda mensal de até R$ 2.100, tiveram a maior alta em termos de otimismo: acréscimo de 9,3 pontos
Quem perde
Os consumidores com renda mensal entre R$ 4.800 e R$ 9.600 viram sua confiança cair 0,3 ponto

Envie seu comentário