Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Municípios não querem ficar de fora da reforma

Municípios não querem ficar de fora da reforma

Correndo o risco de não serem contemplados pela reforma da Previdência, os municípios já se articulam para acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) caso sejam excluídos da proposta. Reportagem publicada pelo Estadão nesta quarta-feira (5) revela que os prefeitos vão usar o princípio de isonomia para argumentar a favor da inclusão no projeto.

“Como inclui uns municípios e outra parte não?”, questiona o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, lembrando que 2,1 mil cidades têm regimes próprios de aposentadoria, distintos das regras federais.

O líder da entidade admitiu que pode entrar com uma ação no STF caso o pleito não seja atendido.

“Existe a possibilidade, sim. Esperamos que não aconteça, que os municípios não sejam excluídos. Mas, se isso acontecer, a gente vai buscar o caminho jurídico para tentar resolver”, afirmou.

Por que é importante
De olho em suas bases eleitorais, os deputados federais não querem ser prejudicados com o apoio à reforma. Eles pretendem dividir o ônus político com parlamentares estaduais e municipais, obrigando-os a aprovar as próprias mudanças no sistema previenciário
Quem ganha
As prefeituras, que contam com a reforma para aliviar sua situação financeira
Quem perde
O Congresso Nacional, que pretende excluir municípios e estados do projeto

Envie seu comentário

1 × um =