Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Mourão critica Reforma da Previdência de Armínio Fraga

Mourão critica Reforma da Previdência de Armínio Fraga

Vice-presidente eleito na chapa encabeçada por Jair Bolsonaro, o general da reserva Hamilton Mourão criticou parte da Reforma da Previdência apresentada por Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central no governo FHC, elaborada por uma equipe de economistas. Segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o vice questionou as novas regras propostas para a aposentadoria dos militares, que poderiam encerrar a carreira aos 45 anos, mas recebendo 40% do salário que recebiam na ativa. “Esse troço não funciona”, disse o general, que defende o aumento do tempo na ativa em uma eventual reforma, de 30 para 35 anos.

Por que é importante
A Reforma da Previdência é fundamental para o Brasil realizar seu ajuste fiscal e recuperar sua capacidade de investimento
Quem ganha
Os militares, que estarão fortemente representados no governo e no Congresso a partir de 2019
Quem perde
A proposta de Armínio, que deve sofrer uma série de resistências por parte de diferentes setores

Envie seu comentário