PATROCINADORES

Mercado vê queda maior do PIB, dólar mais caro e Selic a 3% ao ano

Diante dos impactos econômicos e sociais da pandemia do novo coronavírus, os economistas das instituições financeiras pioraram a perspectiva para o desempenho do PIB em 2020 pela décima semana consecutiva. De uma queda de 1,96% na previsão anterior para uma retração de 2,96% na estimativa atual. A projeção para a inflação no final do ano também caiu pela sexta semana seguida, de 2,52% para 2,23%. A expectativa para a cotação do dólar subiu, de R$ 4,60 para R$ 4,80. Já em relação à taxa básica de juros (Selic), os especialistas passaram a ver espaço para cortes adicionais. Dos atuais 3,75% ao ano para 3% ao ano. As informações constam no boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (20) pelo Banco Central.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.