PATROCINADORES

Mercado Livre passa a emprestar dinheiro a vendedores no Brasil

O Mercado Livre lançou nesta terça-feira (30) – após seis meses de testes no Brasil – oferta de crédito para vendedores do site e que usam as máquinas de cartões do grupo (Mercado Pago). Durante o período experimental, a oferta de crédito atraiu 18 mil clientes, que tomaram R$ 250 milhões em empréstimos. O Mercado Pago cobra hoje taxa média de 3,5% ao mês na concessão de empréstimos e nenhum outro encargo. O vendedor é debitado da parcela do empréstimo, que pode ser dividido em até 12 meses, diretamente de sua conta no Mercado Pago. Os valores emprestados vão de mil a R$ 350 mil, com a média dos financiamentos sendo de R$ 40 mil reais. A gestão do risco é feita por meio de sistema proprietário do Mercado Livre, que analisa 400 variáveis.

 

Por que é importante

O lançamento do produto de empréstimos acontece poucos dias após a PagSeguro, do grupo UOL, fazer o maior IPO de uma companhia brasileira desde abril de 2013, movimentando cerca de 2,3 bilhões de dólares. Outra processadora brasileira de pagamentos, a Stone, também planeja um IPO nos próximos meses

Quem ganha

O Mercado Pago, na avaliação da companhia, tem hoje um parque de “centenas de milhares” de máquinas de captura de pagamentos (POS) no Brasil, mercado potencial avaliado pela empresa de 15 milhões de vendedores, incluindo ambulantes e outros pequenos comerciantes

Quem perde

Bancos e financeiras

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 5 =

Pergunte para a

Mônica.