Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Maia admite que Câmara pode votar 2º turno da reforma em agosto

Maia admite que Câmara pode votar 2º turno da reforma em agosto

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), admitiu nesta sexta-feira (12) que a votação em segundo turno da reforma da Previdência pode ficar para agosto. O planejamento inicial traçado pelo democrata previa a conclusão dos trabalhos ainda nesta semana. No entanto, a análise dos destaques apresentados pelos deputados acabou atrasando a tramitação do texto, que precisa ser avalizado pela comissão especial antes de voltar para a votação definitiva no plenário. Na visão de Maia, a prioridade é garantir a maior economia possível em 10 anos, não votar o projeto imediatamente.

“O que a gente não pode é perder essa economia. Os últimos destaques do PT, se não forem derrotados, nos tiram R$ 100 bilhões. Então a gente precisa ter um quórum alto hoje (sexta) para garantir essas votações. Não podemos perder nenhum deputado, nenhum voto”, afirmou.

Por que é importante
Como o recesso parlamentar começa na próxima semana, a Câmara só deve votar a proposta em definitivo no próximo mês
Quem ganha
A oposição, que tenta adiar a aprovação o máximo possível
Quem perde
A economia brasileira, que precisa da reforma para voltar a crescer

Envie seu comentário