PATROCINADORES

IPCA-15 sobe 0,39% em janeiro,
diz IBGE

A prévia da inflação oficial brasileira acelerou menos do que o esperado em janeiro por conta da queda nos preços da energia elétrica, mas voltou à meta e ainda mantém o caminho aberto para o Banco Central continuar reduzindo os juros básicos. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) avançou 0,39% em janeiro, contra 0,35% no último mês do ano passado, informou nesta terça-feira (23) o IBGE. No acumulado em doze meses, o IPCA-15 acelerou a 3,02%, ante 2,94% em dezembro, voltando por pouco a superar o piso da meta após fechar 2017 abaixo do objetivo.

Por que é importante

Sinais de maior pressão inflacionária neste início de ano, principalmente diante da alta dos preços de alimentos, reforçaram apostas no mercado de que o BC pode fazer em fevereiro o último corte da Selic do atual ciclo de afrouxamento monetário. A expectativa é de redução de 0,25 ponto percentual, levando a taxa básica de juros a 6,75%

Quem ganha

Segundo o IBGE, Habitação foi o único grupo a registrar deflação em janeiro, de 0,41%, depois da alta de 0,43% por cento em dezembro. O resultado se deveu ao retorno da bandeira tarifária verde no mês e deixou as contas de energia elétrica 3,97% mais baratas

Quem perde

A principal pressão de alta em janeiro para o resultado do IPCA-15 partiu do grupo Alimentação, com avanço de 0,76% após deflação de 0,02% em dezembro

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =

Pergunte para a

Mônica.