Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Indicador mostra menor ritmo de contratações nos próximos meses

Indicador mostra menor ritmo de contratações nos próximos meses

A Fundação Getulio Vargas divulgou nesta terça-feira (10) que o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) caiu 5,6 pontos em junho, para 95,5 pontos – retornando ao patamar próximo ao de janeiro de 2017 (95,6 pontos). A quarta queda consecutiva do indicador, que acumulou perda de 11,5 pontos no primeiro semestre, sinaliza continuidade do menor ritmo de contratações no país. “A queda do IAEmp mostra a perda de confiança de uma maior geração de emprego ao longo dos próximos meses. A atividade econômica mais fraca observada pelos indicadores do primeiro semestre reflete uma situação atual e futura dos negócios mais difícil. O crescimento está abaixo do previamente esperado e, com isso, a consequência deverá ser uma menor contratação”, afirmou Fernando de Holanda Barbosa Filho, economista da FGV IBRE.

Por que é importante
O Indicador Antecedente de Emprego busca antecipar tendências do mercado de trabalho com base em entrevistas com consumidores e com empresários da indústria e dos serviços
Quem ganha
Políticos que apostam na piora dos indicadores econômicos para basear suas campanhas eleitorais
Quem perde
A população desempregada e a expansão do PIB

Envie seu comentário