PATROCINADORES

IBGE: Mulher trabalha mais, tem melhor qualificação e recebe menos que homem

O estudo “Estatísticas de Gênero: Indicadores Sociais das Mulheres no Brasil”, apresentado pelo IBGE nesta quarta-feira (7), revelou que as mulheres estudam mais, trabalham mais e ganham menos do que os homens. O levantamento foi feito tomando por base a população de 25 anos ou mais de idade com ensino superior completo em 2016. Combinando-se as horas de trabalhos remunerados com as de cuidados e afazeres, a mulher trabalhou, em média, 54,4 horas semanais, contra 51,4 dos homens. Em 2016, o percentual de homens que completou a graduação foi de 15,6%, enquanto o de mulheres atingiu 21,5%. O IBGE constatou ainda que, apesar da diferença entre os rendimentos de homens e mulheres ter diminuído nos últimos anos, em 2016 elas ainda recebiam o equivalente a 76,5% dos rendimentos dos homens (R$2.306 contra R$1.764).

Por que é importante

O estudo do IBGE indicou que a responsabilidade por afazeres afeta a inserção das mulheres no mercado de trabalho

Quem ganha

Mulheres e homens têm proporção equilibrada de acesso a novas tecnologias

Quem perde

Mulheres ocupavam 37,8% dos cargos gerenciais em 2016

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 9 =

Pergunte para a

Mônica.