PATROCINADORES

Guedes e equipe alertam que a economia aguenta até 7 de abril

O ministro da Economia, Paulo Guedes, junto com integrantes de sua equipe, acreditam que as medidas de quarentena devam começar a ser suspensas a partir de 7 de abril. Na avaliação técnica, as soluções anticrise apresentadas até o momento só aguentariam até lá. A partir daí, seria necessário um gradual relaxamento, permitindo que a economia volte a girar. A estimativa não é oficial, mas vazou em Brasília, chegou aos veículos de comunicação e corrobora a opinião do presidente, Jair Bolsonaro, e de segmentos empresariais.

Ainda que o alívio para as empresas, que ganharam mais acesso a crédito, possa durar até quatro meses, a equipe econômica defende que isso de nada adiantará sem algum ritmo no consumo, mesmo que significativamente inferior ao de antes da pandemia. Paulo Guedes já havia afirmado que o país não poderia parar de todo, sob pena de um colapso. Ele também defendeu publicamente que as medidas sejam ser reavaliadas após algum tempo – sem ser contestado pelas autoridades da Saúde. “Para duas (semanas), libera um pouco, deixa as pessoas se reorganizarem. Vamos ter que ir assim”, disse o ministro, no domingo (22).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.