PATROCINADORES

Guardia: “Reforma tributária sem Previdência não seria duradoura”

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta terça-feira (5) que o Brasil precisa aprovar a reforma da Previdência antes de tentar votar uma reforma tributária. “Fazer uma reforma tributária sem ter resolvido o problema previdenciário não é uma solução duradoura. Se não enfrentarmos o problema previdenciário, a despesa vai continuar crescendo e não restará outra solução que não seja o aumento da carga tributária”, disse Guardia.

Por que é importante

A reforma da Previdência era a prioridade do governo em 2018, mas acabou suspensa com a dificuldade da tramitação do projeto no Congresso e a intervenção federal no Rio de Janeiro. A reforma tributária passou a ser discutida com mais intensidade com a greve dos caminhoneiros

Quem ganha

A promessa do governo de continuar com o ciclo reformista

Quem perde

Sem as duas reformas, o crescimento do PIB

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 6 =

Pergunte para a

Mônica.