Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Greve e incertezas eleitorais afetaram resultado do PIB, diz economista

Sócia da Tendências Consultoria, Alessandra Ribeiro acredita que a greve dos caminhoneiros, em maio, teve um impacto significativo no resultado do PIB do 2º trimestre, mas não foi o único fator que explica o fraco desempenho da economia brasileira no período. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (31) pelo IBGE: crescimento de 0,2% na comparação com o 1º trimestre do ano. O acumulado de 12 meses foi de aumento de 1,4%.

Segundo a sócia da Tendências, a guerra comercial e o cenário eleitoral contribuíram para o resultado. “As notícias ruins que vêm de fora, como a disputa comercial entre China e Estados Unidos, e o cenário de incerteza na corrida eleitoral afetam a confiança dos consumidores, que ficam mais cautelosos na hora de comprar, afetando o PIB.”

Alessandra disse que o comércio acabou decepcionando dentro do setor de serviços, que teve alta de 0,3% no 2º trimestre. Na indústria, a construção civil puxou a queda de 0,6%. A consultoria ainda vai ser obrigada a revisar para baixo sua projeção para este ano – que previa crescimento de 1,7% -, já que o IBGE revisou o PIB do 1º trimestre para baixo: o crescimento foi de 0,1%, em vez do 0,4% divulgado anteriormente. Apesar disso, a expectativa é de aceleração para o 3º trimestre.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.