PATROCINADORES

Governo reajusta tabela do frete

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) publicou nesta quarta-feira (5) uma nova tabela de preços mínimos para o frete rodoviário, no Diário Oficial da União. A tabela, que foi uma das exigências dos caminhoneiros durante a greve da categoria, sofreu reajuste médio de 5%, para se adequar ao aumento de 13% no óleo diesel na semana passada. O anúncio vem poucos dias após boatos de uma nova greve tomarem conta do noticiário.

Por que é importante

O aumento na tabela do frete encarece os custos de produção para empresas que dependem do transporte rodoviário. Essa alta acaba se refletindo nos preços cobrados ao consumidor

Quem ganha

Os caminhoneiros que vão receber mais com os preços mínimos do frete atualizados

Quem perde

Empresas que vão pagar mais pelo frete e consumidores, que devem arcar com o encarecimento dos produtos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.