Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Governo pensa em vender reservas para reduzir dívida, afirma secretário

Governo pensa em vender reservas para reduzir dívida, afirma secretário

Para amenizar a dívida bruta que deve chegar a 96% do produto interno bruto (PIB) em 2020, o governo federal já considera a venda de parte de suas reservas internacionais. Mas decisão cabe ao Banco Central (BC), afirmou o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, em uma coletiva nesta sexta-feira (20). A declaração considera as afirmações do ministro Paulo Guedes sobre o assunto na quinta-feira (19). “A posteriori, uma vez que o Banco Central decida tomar suas ações, há um impacto positivo [na venda de reservas], inclusive sobre o montante da dívida bruta”, explicou Rodrigues.

O secretário lembrou que no ano anterior, o BC vendeu US$ 40 bilhões das reservas, o que contribuiu na diminuição da relação dívida/PIB em quase 2 pontos percentuais – de 76,5% em 2018 para 75,8% em 2019. Já as devoluções antecipadas de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o Tesouro acrescentaram mais 1,2 ponto no recuo.

(Agência Brasil)

Envie seu comentário

dezessete − 1 =