PATROCINADORES

Ford é classificada como “junk” pela agência de risco S&P

A Ford se tornou a gigante automotiva mais rebaixada até hoje na avaliação da agência de classificação de risco Standard & Poor’s Global Ratings. A S&P colocou a empresa com grau BB+ e, em comunicado, afirmou que pode rebaixá-la novamente. A nota segue a dada hoje pela agência Moody’s, que rebaixou a Ford pela segunda vez em seis meses. A avalição BB+ coloca a empresa e seus papéis como “junk” – lixo. A gigante global agora é chamada de “anjo caído”. É a maior do setor automotivo a ter tamanha queda.   

A culpa é da pandemia de coronavírus, que causa um choque na indústria e afetou a capacidade da empresa de honrar seus compromissos, estimados em US$ 35,8 bilhões. Outros gigantes, como General Motors e Volkswagen, também estão na mira. A Ford, porém, está fragilizada por uma reestruturação de US$ 11 bilhões. No Brasil, em outubro do ano passado, a empresa fechou sua unidade em São Bernardo do Campo, que funcionava desde 1957. O custo para proteger a dívida da Ford contra inadimplência nos próximos cinco anos aumentou mais de quatro vezes no último mês.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.