PATROCINADORES

Embraer aprova plano para proteção de empregos

Os funcionários da Embraer aceitaram o plano de proteção dos empregos oferecido pela direção da empresa. Houve suspensão temporária de contratos de trabalho, com ajuda compensatória, e redução de jornadas e de salários, assim como garantia de emprego. O acordo foi votado nesta quinta-feira (16), pelos Sindicatos dos Metalúrgicos de São José dos Campos e de Araraquara.

As ações emergenciais e temporárias terão duração de 60 a 90 dias e garantia de emprego por quatro meses, a partir da assinatura do acordo ou pelo período correspondente ao tempo em que estiver em redução de jornada e salário ou suspensão do contrato. Vale o que for maior. 

Para os colaboradores em atividades essenciais e trabalho presencial, não haverá alterações na jornada ou salários. Os profissionais que passarão a desempenhar suas atividades em home office terão redução de 25% da jornada de trabalho pelo período de 90 dias e a garantia de emprego será por período corresponde ao que o colaborador estiver nessa condição. Esses profissionais terão direito ao auxílio do governo federal de até R$ 453,00. 

Os colaboradores que terão suspensão temporária do contrato de trabalho (layoff) por dois meses ganharão a ajuda compensatória mensal, conforme faixa salarial, já somada ao benefício emergencial de preservação do emprego pago pelo Governo Federal. 

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.