Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Em ata, Copom deixa espaço para novo corte da Selic

Em ata, Copom deixa espaço para novo corte da Selic

Na decisão que reduziu a taxa básica de juros (Selic) no país de 3% ao ano para 2,25% ao ano, o Comitê de Polícia Monetária (Copom) do Banco Central manteve a possibilidade de um novo corte na próxima reunião. Na ata divulgada nesta terça-feira (23), o colegiado considerou que a magnitude do estímulo monetário já implementado até o momento parece compatível com os efeitos econômicos da crise do novo coronavírus. “Para as próximas reuniões, o Comitê vê como apropriado avaliar os impactos da pandemia e do conjunto de medidas de incentivo ao crédito e recomposição de renda, e antevê que um eventual ajuste futuro no grau de estímulo monetário será residual. No entanto, o Copom segue atento a revisões do cenário econômico e de expectativas de inflação para o horizonte relevante de política monetária. O Comitê reconhece que, em vista do cenário básico e do seu balanço de riscos, novas informações sobre a evolução da pandemia, assim como uma diminuição das incertezas no âmbito fiscal, serão essenciais para definir seus próximos passos”, diz o documento. Nas discussões sobre a condução da política monetária, os integrantes do colegiado avaliaram as perspectivas para o desempenho da economia em 2020 e os cenários para a recuperação. “Os dados relativos ao segundo trimestre corroboram a perspectiva de forte contração do PIB no período e sugerem que a atividade atingiu o seu menor patamar em abril, havendo recuperação apenas parcial em maio e junho. O cenário básico considerado pelo Copom considera uma queda forte do PIB na primeira metade deste ano, seguida de uma recuperação gradual a partir do terceiro trimestre”, prossegue o texto. “O Comitê também ponderou sobre o impacto dos programas de estímulo creditício e de recomposição de renda sobre a demanda agregada. Na avaliação do Comitê, esses programas têm potencial de recompor parte significativa da demanda agregada que seria perdida devido aos efeitos da pandemia. Com isso, a recuperação da economia pode ser mais rápida que a sugerida no cenário base.”

Envie seu comentário

10 + dezessete =