PATROCINADORES

Eletrobras quer resolver processos nos EUA antes de privatização

A estatal Eletrobras tem conversado com autoridades nos Estados Unidos para tentar encerrar um processo contra a companhia na Justiça norte-americana antes de sua privatização, que o governo quer concluir no segundo semestre deste ano por meio de uma oferta de novas ações, disse à Reuters nesta quarta-feira (31) o presidente da elétrica, Wilson Ferreira Jr. A companhia brasileira é alvo de ação coletiva de investidores dos EUA que alegam ter sofrido prejuízos devido ao envolvimento da empresa em casos de corrupção, descobertos em meio à Operação Lava Jato, da Polícia Federal. “Você se submete às autoridades. Nesse momento, óbvio, o que a gente tem de conhecimento é que no curso dos processos pode haver iniciativas de acordo, e a companhia vai apreciar cada uma delas”, afirmou.

Por que é importante

Em entrevista, o executivo disse que a Eletrobras tem conversado com o Departamento de Justiça dos EUA, a SEC (órgão regulador do mercado de ações norte-americano) e investidores, mas não quis comentar se a empresa aceitaria um acordo que envolvesse um pagamento para encerrar as ações, como um anunciado recentemente pela Petrobras

Quem ganha

A imagem e a credibilidade da estatal

Quem perde

O processo de privatização pode atrasar

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.