Document
PATROCINADORES

Caminhoneiros ameaçam nova greve se tabela de fretes mudar

A possibilidade de mudança na tabela de preços mínimos do frete coloca o governo federal entre a pressão dos produtores rurais e a ameaça dos caminhoneiros de uma nova greve. A medida, uma das promessas feitas pelo governo para conseguir encerrar a paralisação nas estradas, entrou em vigor no dia 30 de maio. Os produtores reclamam que a tabela eleva os custos do frete em até 150%. Os caminhoneiros prometem reagir se o governo levar adiante a ideia de revisar a tabela e parar novamente. A mobilização já está sendo discutida pelo WhatsApp.

Por que é importante

A fixação de uma tabela de frete foi uma das exigências dos caminhoneiros. Definida às pressas e com cálculos imprecisos, a medida virou uma pedra no sapato do governo

Quem ganha

A chantagem, que impede a busca por uma solução de consenso

Quem perde

As exportações, que podem ser afetadas com o encarecimento do escoamento da produção

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.