PATROCINADORES

Brasil é o terceiro país que mais cria unicórnios

O Brasil se tornou um celeiro de unicórnios, como são chamadas as startups avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. Em 2019, cinco empresas brasileiras se enquadraram na categoria: Ebanx, Gympass, Loggi, QuintoAndar e Wildlife. Com isso, o Brasil fechou o ano como o terceiro país com o maior número de novos unicórnios, atrás de Estados Unidos (78) e China (22), empatado com a Alemanha (também 5) e à frente de Reino Unido (4) e Israel (4). Os dados levantados pelo site especializado em tecnologia Crunchbase mostram um aspecto louvável dos empreendedores brasileiros. Eles estão entre os mais inovadores do mundo, criando empresas que se desenvolvem rapidamente e crescem a ponto de atrair a atenção internacional. Não à toa, o mercado brasileiro de startups tem atraído uma avalanche de investimentos estrangeiros. Apenas em 2019, o japonês SoftBank fez aportes em oito startups brasileiras, sendo que três delas (Loggi, QuintoAndar e Gympass) se tornaram unicórnios.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 − dois =

Pergunte para a

Mônica.