Document
PATROCINADORES

Bolsonaro deve vetar despacho gratuito de bagagens em voos nacionais

Em transmissão ao vivo no Facebook, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse na quinta-feira (30) que a sua tendência é vetar o dispositivo que proíbe a cobrança de bagagens de até 23kg em voos nacionais. A volta da franquia foi incluída pelo Congresso na votação da medida provisória que autoriza a participação de 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras. Para tomar a decisão, Bolsonaro explicou que tem se baseado em estudos sobre o aumento do gasto de combustível com o despacho de bagagem. “A minha tendência é vetar esse dispositivo. Daí eles falam que quando lá atrás passou a cobrar, não diminuiu (o preços das passagens). Mas, naquela época, por coincidência, aumentou o preço do petróleo lá fora, o dólar variou também de preço. E, não adianta, no final das contas, você vai pagar a conta. No momento, eu digo para vocês, estou convencido, (mas) posso mudar, a vetar o dispositivo”, comentou o presidente.

Por que é importante

A fala de Bolsonaro sinaliza uma mudança de posição. Ele havia declarado anteriormente que pensava em sancionar o despacho gratuito

Quem ganha

A competição entre as companhias aéreas

Quem perde

Os congressistas que defendem pautas intervencionistas e desestimulam o livre mercado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.