Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Banco Central mantém juros em 6,5%

Banco Central mantém juros em 6,5%

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central decidiu nesta quarta-feira (16) manter a taxa básica de juros (Selic) em 6,5% ao ano, após 12 cortes seguidos. Uma das justificativas para o fim das quedas foi a alta dos juros nos Estados Unidos. Segundo a ata do Copom, ” o cenário externo tornou-se mais desafiador e apresentou volatilidade. A evolução dos riscos, em grande parte associados à normalização das taxas de juros em algumas economias avançadas, produziu ajustes nos mercados financeiros internacionais. Como resultado, houve redução do apetite ao risco em relação a economias emergentes”

Por que é importante
Inicialmente, o mercado era quase unânime em afirmar que o BC iria reduzir a Selic em 0,25 p.p. A alta do dólar, porém, levou muitos analistas a mudar de ideia. Se reduzisse ainda mais os juros, o BC pressionaria o dólar para cima
Quem ganha
O real que, com a manutenção da Selic em 6,5%, pode deixar de cair frente ao dólar
Quem perde
A atividade econômica. Juros altos inibem consumo e investimentos

Envie seu comentário