Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Auxílio emergencial melhora economia no Norte e Nordeste

Auxílio emergencial melhora economia no Norte e Nordeste

Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, em 15 dos 16 estados do Norte e Nordeste o comércio teve uma performance muito boa e já ultrapassou os números do período pré-pandemia. As duas regiões combinadas viram o varejo crescer 51 % entre abril e agosto. A dupla Centro-Oeste e Sudeste, a título de comparação, viu seu comércio se expandir 27 % no mesmo período.

A explicação para este fenômeno, dizem os economistas, é que a injeção de dinheiro proporcionada pelo Auxílio Emergencial de R$ 600,00 acabou inflando o comércio local. O IBGE, por exemplo, mostra que, em 2018, 41 % dos habitantes do Norte do país viviam com até R$ 420,00 mensais. No Nordeste, essa fatia da população representava 44 %.

Ou seja, acabou entrando um volume maior de dinheiro no bolso desses indivíduos mais carentes e o resultado foi o aumento do consumo — e uma certa pressão inflacionária.

Envie seu comentário

1 × 2 =