PATROCINADORES

Arminio Fraga vai propor reforma da Previdência para presidente eleito

Ex-presidente do Banco Central no governo FHC, Arminio Fraga não está participando ativamente da campanha eleitoral em curso, como fez em 2014, em prol de Aécio Neves. Mas isso não quer dizer que o economista está simplesmente de braços cruzado. Em entrevista publicada nesta quarta-feira (26) pelo jornal O Estado de S. Paulo, Arminio disse que está coordenando um grupo de economistas, sob o comando de Paulo Tafner, na elaboração de uma ousada reforma na Previdência. Segundo Fraga, as mudanças discutidas hoje pelo Congresso trariam uma economia anual entre R$ 40 bilhões e R$ 45 bilhões, durante dez anos, enquanto a proposta do grupo economizaria R$ 110 bilhões por ano no mesmo período. Na visão do economista, a relação dívida/PIB na casa dos 80% impõe a necessidade de o país fazer um juste da ordem de seis pontos do PIB em 2019.

Por que é importante

A reforma da Previdência é fundamental para ajeitar as contas públicas, que vêm sofrendo com sucessivos déficits nos últimos anos

Quem ganha

A economia brasileira, que precisa diminuir a relação dívida/PIB para crescer de forma sustentável

Quem perde

Os grupos contrários à reforma, que lutam para manter os privilégios atuais

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =

Pergunte para a

Mônica.