PATROCINADORES

Acionistas aprovam privatização de seis distribuidoras da Eletrobras

A assembleia geral extraordinária da Eletrobras aprovou, nesta quinta-feira (8), a privatização das seis distribuidoras de energia da empresa. Os acionistas decidiram também que a Eletrobras vai assumir as dívidas dessas empresas, no valor de R$ 11,2 bilhões, e os encargos de R$ 8,5 bilhões referentes a aportes dos fundos setoriais de energia, referentes a créditos ou obrigações com a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC).

Por que é importante

O governo Temer já anunciou planos de privatizar a Eletrobras como um todo, mas a alienação das subsidiárias de distribuição era prevista antes, para aumentar a atratividade do negócio

Quem ganha

A Eletrobras havia anunciado que iria liquidar as empresas caso a venda não fosse aprovada, devido aos elevados prejuízos em suas operações

Quem perde

Trabalhadores da empresa e integrantes de movimentos sociais protestaram e a Federação Nacional dos Urbanitários (FNU) chegou a entrar com pedido na Justiça para suspender a assembleia

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + catorze =

Pergunte para a

Mônica.