PATROCINADORES

Ação trabalhista pode custar R$ 17 bilhões à Petrobras

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) deve julgar na quinta-feira (21) a maior ação trabalhista da história da Petrobras. Segundo a Reuters, caso seja derrotada, a estatal pode ter que desembolsar cerca de R$ 17 bilhões. O processo, aberto por trabalhadores da companhia, pede o recálculo de um acordo coletivo de 2007 e poderá gerar um aumento de até 35% para 59 mil empregados. A Advocacia-Geral da União (AGU) e advogados que atuam para a Petrobras começaram uma ofensiva nos últimos dias a fim de garantir uma vitória da estatal no caso.

Por que é importante

Uma derrota no TST poderia ter um impacto significativo para as finanças da empresa, que vem executando programas de redução do endividamento e de custos, incluindo a diminuição do quadro de funcionários nos últimos anos

Quem ganha

Os empregados da Petrobras, na hipótese de uma vitória

Quem perde

A estatal. O valor de uma eventual derrota não está provisionado no balanço da estatal de 2018

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 10 =

Pergunte para a

Mônica.