Document
PATROCINADORES

Setor de alimentos foi o que mais contratou altos executivos em 2020

Um levantamento da EXEC, consultoria especializada na seleção e recrutamento de profissionais para altos postos, aponta que dos 150 cargos C-Level contratados entre janeiro e setembro de 2020, 30% foram para a cadeia de alimentação, o que inclui companhias do agronegócio, do atacado, do varejo e de tecnologia envolvida em distribuição de produtos.

De acordo com André Freire, sócio executivo da consultoria, a necessidade de se reposicionar para atender a demanda diante da pandemia afetou desde organizações produtoras de matéria-prima, proteína animal e de alimentos industrializados, passando pelo segmento de atacado e varejo, além de aplicativos especializados em entregas. “De alguma maneira, todas essas empresas precisaram se reinventar no atendimento e na distribuição”, destacou. As demais movimentações foram observadas em saúde (16%), tecnologia (9,8%), energia (9,8%), bens de consumo (7%), eletroeletrônicos (6%) e serviços (5%).

Conforme o estudo da EXEC, as substituições de profissionais foram o motivo de 80% das vagas trabalhadas pela consultoria, enquanto novas vagas responderam por 20% das contratações. Nas posições do setor de alimentos, 40% das posições contratadas foram designadas para novas posições ou ampliações de áreas relacionadas à transformação digital e relacionamento com o consumidor. As áreas de atuação que mais demandaram profissionais para o alto escalão das companhias foram CEOs (20), diretores comerciais (13), CFOs (12), líderes especializados em empresas do agronegócios (11) e líderes de produção (11).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.