PATROCINADORES

Ibovespa fecha em alta; dólar tem a maior queda em uma semana

O Ibovespa fechou com alta de 2,96% nesta sexta-feira (16) pós-feriado, aos 88.515 pontos, ainda sob forte impacto da indicação do nome de Roberto Campos Neto para presidência do Banco Central. Além de Campos Neto – considerado pelo mercado um economista sério e com carreira sólida no mercado financeiro (atualmente é diretor do banco Santander) –, o atual secretário do Tesouro Nacional, Mansueto de Almeida, continuará no cargo no futuro governo Jair Bolsonaro (PSL). Mais cedo, o Banco Central divulgou que a economia brasileira registrou crescimento de 1,74% no terceiro trimestre deste ano comparado com o mesmo período anterior. Fatores externos, como a reaproximação dos Estados Unidos com a China, na disputa comercial, também impactaram. O dólar teve queda de 1,32%, sendo negociado a R$ 3,73, o menor valor em uma semana. Os cinco papéis mais negociados do dia fecharam em alta: preferenciais da Petrobras (2,91%); Vale (1,70%); Itaú Unibanco (3,09%); Bradesco (4,85%) e Banco do Brasil (3,16%).

Por que é importante

O mercado espera que Campos Neto, à frente do BC, não faça grandes mudanças na condução da política monetária, bem conduzida por Ilan Goldfajn até agora

Quem ganha

As ações da Eletrobras tiveram a maior alta: 8,65%, cotadas a R$ 25,00

Quem perde

As ações da JBS tiveram a maior queda: 1,58%, cotadas a R$11,22

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + três =

Pergunte para a

Mônica.