Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Ibovespa despenca e dólar chega a R$ 3,95 em dia tenso para o mercado

Ibovespa despenca e dólar chega a R$ 3,95 em dia tenso para o mercado

O Ibovespa opera em forte baixa nesta quarta-feira (27), repercutindo a derrota do governo na Câmara na noite de terça (26) e uma sessão ruim no exterior. Às 12h27, o índice recuava 2,32%, aos 93.091 pontos, após ter atingido os 92.602 na mínima do dia – a máxima até o momento é de 95.297 pontos, na abertura do pregão.

O mercado adota uma postura mais cautelosa depois de a Câmara dos Deputados ter aprovado, em votação relâmpago, uma PEC que obriga o governo a executar todos os gastos previstos no Orçamento. Apesar de o presidente da Casa, Rodrigo Maia, ter dito que a medida não era uma “retaliação a ninguém”, a votação foi vista como um recado ao governo, que pretende flexibilizar os gastos do orçamento federal. A gestão Bolsonaro tem tido problemas no relacionamento com o Congresso, responsável por aprovar a reforma da Previdência enviada pelo governo. No front internacional, os principais índices globais caem em meio ao temor de uma desaceleração mais forte da economia mundial.

As cinco ações mais negociadas do dia operavam em baixa:

Preferenciais da Petrobras (-2,83%), Bradesco (-2,33%), Vale (-1,05%), Banco do Brasil (-3,60%) e Itaú Unibanco (-2,00%). O dólar comercial subia 2,21%, negociado por R$ 3,95, no seu preço mais caro desde outubro do ano passado.

Por que é importante
Com as dúvidas em torno da Previdência, a bolsa recua mais de 3% em março
Quem ganha
As ações da Suzano registravam a maior alta do dia: 2,02%, cotadas a R$ 47,54
Quem perde
As ações da Gol registravam a maior baixa do dia: -5,05%, cotadas a R$ 26,16

Envie seu comentário

1 × 3 =