Document
PATROCINADORES

Exterior leva Ibovespa de volta aos 96 mil pontos; dólar cai

Após recuar 0,18% em março, o Ibovespa abriu o quarto mês de 2019 em alta de 0,67%, aos 96.054 pontos, enquanto o dólar caiu 1,04%, encerrando o pregão negociado por R$ 3,87.

A bolsa brasileira acompanhou o movimento verificado nos principais índices globais, que avançaram depois da divulgação de dados positivos da produção manufatureira da China, acima das expectativas do mercado. Os números tranquilizaram os investidores, que temem uma desaceleração acentuada da economia chinesa neste ano. A notícia de que as negociações entre China e Estados Unidos para colocar um fim à guerra comercial estão avançando bem também animou o mercado. Autoridades dos dois países devem se reunir nesta semana, em Washington, para encaminhar um eventual acordo.

Entre as cinco ações mais negociadas do dia, três fecharam em alta: Vale (3,28%), Gerdau (6,21%) e Bradesco (0,80%). Os papeis da Multiplan (-0,77%) e preferenciais da Petrobras (-0,21%) recuaram.

Por que é importante

Em um dia sem avanços nas discussões em torno da reforma da Previdência, o Ibovespa foi afetado, sobretudo, pelo mercado internacional

Quem ganha

As ações da Gerdau tiveram a maior alta da sessão: 6,21%, cotadas a R$ 16,08

Quem perde

As ações da Kroton tiveram a maior baixa da sessão: -2,36%, cotadas a R$ 10,35

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

  1. Nao ha confirmacao nwnhuma de que as negociacoes china- eua estao indo bem. Os principais envolvidos afirmam no momento que ainda ha um longo caminho a percorrer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.