PATROCINADORES

Bolsa fecha quase aos 102 mil, o maior patamar em 52 dias

O Ibovespa apresentou elevação de 1,4% nesta quinta-feira (22), aos 101.917 pontos, o maior nível no fim de uma sessão desde 1º de setembro. A trajetória chegou a bater 102.020 pontos às 16h50, recuando um pouco na reta final. O dólar teve queda 0,36%, cotado a R$ 5,59 no fechamento, interrompendo três altas seguidas.

O desempenho positivo após um dia de estabilidade se deveu, novamente, ao prenúncio de um pacote de ajuda do governo americano, conforme declaração da presidente da Câmara, Nancy Pelosi: “Quase lá”. Por aqui, bancos ganharam com as projeções de resultados do trimestre e a Petrobras se beneficiou da variação internacional.

As cinco ações mais negociadas apresentaram evolução: preferenciais da Petrobras (3,37%), Vale (0,40%), preferenciais do Itaú Unibanco (5,14%), preferenciais do Bradesco (4,60%) e Weg (4,73%). O volume foi de R$ 28.335 bilhões.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =