PATROCINADORES

Temor de recessão retoma patamar de 2020

O Ibovespa fechou em baixa de 1,45% nesta quinta-feira (23), aos 98.080 pontos, menor patamar desde novembro de 2020. O dólar subiu 1,02%, cotado a R$ 5,23 no encerramento. Foi o câmbio mais desfavorável ao real desde desde 11 de fevereiro (R$ 5,24). O mercado americano continua estimando uma desaceleração da economia. A possibilidade de recessão atrapalhou as companhias de commodities, que projetam grande parte de seus negócios para os EUA. Com isso, os investidores seguem atentos à piora do quadro fiscal na cena doméstica, bem como o risco de recessão ao redor do mundo. Por aqui, riscos fiscais domésticos também chamavam a atenção em meio a discussões sobre possíveis medidas do governo para compensar a alta dos preços de combustíveis.

As maiores altas foram da Locaweb (9,01%) e BRF (7,80%). As baixas, SLC Agrícola (-6,67%) e Qualicorp (-4,32%). Das cinco ações mais negociadas, quatro apresentaram retração: Vale (-3,65%), preferenciais da Petrobras (-1,85%), Localiza (0,93%), preferenciais do Bradesco (-2,64%) e preferenciais do Itaú Unibanco (-2,29%). O volume negociado foi de R$ 24,84 bilhões.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.