PATROCINADORES

R$ 13 bi na Eletrobras; praia de rio; minoria quer petroleira privatizada

Privatização da Eletrobras já atrai demanda de R$ 13 bi

Um grupo de investidores mostrou interesse na compra de aproximadamente R$ 13 bilhões em ações da Eletrobras. Essa poderá ser uma das maiores ofertas públicas iniciais já realizadas no Brasil. Se a operação for bem-sucedida, poderá resultar na privatização da companhia. Com a negociação, a fatia do governo poderá cair para patamar abaixo de 50% do capital votante da empresa. Ainda de acordo com a agência, a transação deve ser lançada formalmente nos próximos dias. No entanto, os bancos envolvidos já começaram os contatos com potenciais compradores.

Praia do rio Tocantins oferecida em concessão

A prefeitura de Peixe, município no sul do Tocantins, lançou um edital para conceder à iniciativa privada o direito de explorar economicamente a Praia Tartaruga durante o período de três anos.  As propostas das empresas interessadas já foram entregues. A remuneração da vencedora se dará exclusivamente pela exploração dos espaços públicos, principalmente durante a alta temporada, em julho, quando rio baixa, fica mais límpido e uma longa faixa de areias claras fica exposta.

________________________________________________

Informe Publicitário

________________________________________________

Só 38% dos brasileiros são a favor de privatizar Petrobras

Pesquisa Ipespe contratada pela XP Investimentos aponta que 49% dos entrevistados são contra a privatização da Petrobras, 38% são favoráveis e 13% não souberam ou não responderam. Na semana passada, o novo ministro de Minas Energia, Adolfo Sachsida, deu o primeiro passo nos esforços para privatização da estatal, um sonho antigo da equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro (PL). A pesquisa também perguntou aos entrevistados sobre suas expectativas de alteração dos preços dos combustíveis caso a Petrobras seja privatizada – 44% responderam acreditar que eles irão aumentar. 

EcoRodovias vence leilão rodoviário Rio-MG

A Empresa EcoRodovias venceu na sexta-feira (20) o leilão da concessão à iniciativa privada do sistema rodoviário entre as cidades do Rio de Janeiro e Governador Valares, em Minas, formada por trechos das BRs 116, 465 e 493. A empresa, que foi a única a apresentar proposta, ofereceu desconto de 3,11%. O máximo previsto no edital era 17,5%. Não houve oferta de valor de outorga, conforme permitia o edital. O contrato de concessão será de 30 anos e o sistema rodoviário abrangerá uma extensão total de 726,9 quilômetros.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.