PATROCINADORES

Eletrobras atrai demanda de R$ 13 bi

IPO pode ser um dos maiores a partir de uma privatização brasileira

Um grupo de investidores mostrou interesse na compra de aproximadamente R$ 13 bilhões em ações da Eletrobras. Essa pode ser uma das maiores ofertas públicas já realizadas no Brasil. Se a operação for bem-sucedida, poderá resultar na privatização da companhia. Com a negociação, a fatia do governo poderá cair para patamar abaixo de 50% do capital votante da empresa.

Ainda de acordo com a agência, a transação deve ser lançada formalmente nos próximos dias. No entanto, os bancos envolvidos já começaram os contatos com potenciais compradores. Os bancos coordenadores da oferta são Bank of America, BTG Pactual, Goldman Sachs, Itaú BBA, XP Investimentos, Bradesco BBI, Caixa Econômica Federal, Citi, Credit Suisse, J.P. Morgan, Morgan Stanley e Safra, de acordo com comunicado da Eletrobras no fim do ano passado.

FGTS

Trabalhadores de qualquer setor que tenham recursos no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) poderão utilizar até 50% desse saldo para comprar ações da Eletrobras no processo de privatização da empresa, esperado para acontecer entre junho e até, no máximo, meados de agosto. A compra se dará pelos chamados “fundos mútuos de privatização”, dispositivo criado nos anos 2000 e já usado pelo governo na venda de papéis de outras estatais.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.