PATROCINADORES

Primeira desestatização portuária; depois vem Santos; Petrobras só depois

MONEY REPORT mostra as iniciativas e ideias liberalizantes e modernizadoras ao ambiente de negócios
Shelf 119 arremata Codesa por R$ 106 milhões

O fundo de investimentos Shelf 119 Multiestratégia, da gestora Quadra Capital, arrematou, nesta quarta-feira (30), a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) e será o responsável pela gestão da administradora de portos pelos próximos 35 anos. A Codesa que opera os portos de Vitória e Barra do Riacho. Trata-se da primeira desestatização no país de uma companhia docas, que são as autoridades portuárias federais responsáveis por gerir os portos existentes em cada estado. O fundo ofertou uma outorga de R$ 106 milhões pela concessão, em leilão realizado na sede da B3, em São Paulo. Também participou do certame o Consórcio Beira Mar, formado pelas Vinci Partners e Serveng Civilsan. A presença de dois interessados garantiu a concorrência pelo bloco, com disputa lance a lance nos microfones.

Porto de Santos ficará para novembro

O governo federal estima que o leilão do Porto de Santos, o maior da América Latina, se dará em novembro, após o resultado positivo obtido com a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), que servirá de base para outras privatizações que o governo prevê fazer até o fim do ano. Além de Santos, estão na pauta do Ministério da Infraestrutura os leilões dos portos de São Sebastião (SP), Itajaí (SC) e da Codeba, que administra os portos de Salvador, Ilhéus e Aratu, na Bahia. A privatização da estatal baiana está prevista para 2023.

___________________________________________

___________________________________________

Privatização da Petrobras fica para o próxino mandato

O ministro da Economia, Paulo Guedes, descartou na terça-feira (29) uma eventual privatização da Petrobras “neste mandato”. Em entrevista coletiva na embaixada brasileira em Paris, ele comentou a troca do presidente da estatal e minimizou o impacto da medida sobre a companhia. “O presidente [Jair Bolsonaro] disse expressamente que não privatizaria a Petrobras neste mandato, o primeiro. Nunca disse nada sobre o segundo mandato”, declarou Guedes, que pessoalmente é favorável à privatização da petroleira. Ele deixou claro que, apesar de seu posicionamento, a decisão final sempre será do presidente.

Jovens, não percam tempo com sistema educacional convencional

Aproveitando férias com a família, depois de um dia de muita diversão, comecei uma aula com meus filhos (13 e 15 anos) sobre mercado digital, o potencial da internet e o oceano de oportunidades que este novo mundo apresenta.

Logo após a aula, eles me fizeram uma pergunta:Pai, diante do que você acabou de apresentar, por que as pessoas saem de casa, passam um tempão no trânsito para chegar a um escritório para trabalhar 10 horas por dia, para em seguida voltarem para casa num enorme engarrafamento em troca de um salário geralmente baixo?

Minha resposta não poderia ser mais simples e direta:Porque a escola não ensina para elas o que estou ensinando agora para vocês. Ao contrário, a escola ensinou para elas que todos precisam e dependem de um salário para sobreviver e, por isso, muitos se sujeitam a esse estilo de vida.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.