Document
PATROCINADORES

Witzel sofre nova derrota – e terá que deixar residência oficial

Por 10 votos a 0, o tribunal misto formado para analisar o impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), decidiu nesta quinta-feira (5) aceitar a denúncia feita pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e dar seguimento ao processo. Além disso, o colegiado aprovou por unanimidade o corte de 33% no salário do Witzel e determinou que ele e a família devem deixar o Palácio Laranjeiras, residência oficial dos governadores do estado. Agora, o procedimento seguirá para a fase de tomada de depoimentos, coleta de provas e alegações do político. Uma nova votação será realizada para decidir se Witzel perderá definitivamente o cargo. No julgamento final, serão necessários ao menos sete votos para a cassação do governador.

Por que é importante

Wilson Witzel é acusado de crime de responsabilidade por participação em um esquema de corrupção na área da saúde no estado

Quem ganha

Os deputados, principalmente os da oposição e da base bolsonarista

Quem perde

Witzel. Desalojado, com o salário reduzido e provavelmente fora do cargo em definitivo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.