Document
PATROCINADORES

Witzel se cala, sai de cena e deixa senador no vácuo

A cena do ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel abandonando a CPI da Pandemia foi escolhida por MONEY REPORT como a Imagem da Semana. Chamado para explicar as denúncias de superfaturamento e desvios na Saúde do estado, ele conseguiu um habeas corpus no STF para permanecer calado nas questões que poderiam comprometê-lo e ficou livre de prestar o juramento de dizer a verdade. A blindagem fez com que o ex-governador usasse a sessão como palco político para sustentar a narrativa de uma perseguição contra ele e para criticar o presidente Jair Bolsonaro. O senador Flávio Bolsonaro, filho do mandatário, esteve o tempo todo presente na audiência e discutiu com Witzel várias vezes. Quando sentiu que o ambiente não estava mais favorável – e entendeu que já tinha passado seu recado, o ex-gestor fluminense pediu para se retirar. Witzel deixou o senador Eduardo Girão (Podemos-CE), da base bolsonarista, no vácuo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.